IPLeiria
Informações úteis

Período de inscrição
2017/2018 - RENOVAÇÃO DE INSCRIÇÕES (Licenciaturas, Mestrados e cursos TeSP)

1.ª Fase de Renovação de Inscrições: Decorre até 08/09/2017:

Esta 1.ª fase é destinada aos estudantes que não pretendam realizar exames na época especial de 2016/2017

2ª Fase de Renovação de Inscrições: Decorre de 21/09/2017 a 04/10/2017:

Esta 2ª fase é destinada apenas aos estudantes que realizem exames na época especial de 2016/2017

Renovação de Inscrições no curso de licenciatura em Terapia da Fala (9890)- até 29 de dezembro de 2017 (ESSLei)

Encontra-se a decorrer, até ao próximo dia 29 de dezembro de 2017, o prazo para seleção das unidades curriculares a realizar no ano letivo 2017/2018 no curso de licenciatura em Terapia da Fala (9890).

Renovação de Inscrições no curso de licenciatura em Enfermagem (9500) - até 10 de novembro de 2017 (ESSLei)

Encontra-se a decorrer, até ao próximo dia 10 de novembro de 2017, o prazo para seleção das unidades curriculares a realizar no ano letivo 2017/2018 no curso de licenciatura em Enfermagem (9500).

Renovação de Inscrições no curso de licenciatura em Dietética e Nutrição (8149) - até 30 de novembro de 2017 (ESSLei)

Encontra-se a decorrer, até ao próximo dia 30 de novembro de 2017, o prazo para seleção das unidades curriculares a realizar no ano letivo 2017/2018 no curso de licenciatura em Dietética e Nutrição (8149).

Renovação de Inscrições no curso de licenciatura em Fisioterapia (9504) - até 7 de dezembro de 2017 (ESSLei)

Encontra-se a decorrer, até ao próximo dia 7 de dezembro de 2017, o prazo para seleção das unidades curriculares a realizar no ano letivo 2017/2018 no curso de licenciatura em Fisioterapia (9504).

Renovação de Inscrições no curso de licenciatura em Terapia Ocupacional (8138)- até 12 de dezembro de 2017 (ESSLei)

Encontra-se a decorrer, até ao próximo dia 12 de dezembro de 2017, o prazo para seleção das unidades curriculares a realizar no ano letivo 2017/2018 no curso de licenciatura em Terapia Ocupacional (8138).

Exceções:
  1. ESAD.CR
    • Na sequência do processo de transição curricular em curso na ESAD.CR nos cursos de licenciatura abaixo indicados, apenas é possível efetuar a renovação anual da inscrição sendo que o processo de seleção das Unidades Curriculares a inscrever será efetuado posteriormente, após conclusão do processo de transição curricular que só poderá ocorrer após setembro de 2017, e em prazo que será oportunamente divulgado pela ESAD.CR
      • Design de Ambientes;
      • Design Industrial.
    • Na sequência do processo de transição curricular em curso na ESAD.CR no curso de Mestrado em Design do Produto, apenas é possível efetuar a renovação anual da inscrição sendo que o processo de seleção das Unidades Curriculares a inscrever será efetuado posteriormente, após conclusão do processo de transição curricular que só poderá ocorrer após setembro de 2017, e em prazo que será oportunamente divulgado pela ESAD.CR
  2. ESSLei
    • Na sequência do processo de transição curricular em curso na ESSLei nos cursos de licenciatura abaixo indicados, apenas é possível efetuar a renovação anual da inscrição sendo que o processo de seleção das Unidades Curriculares a inscrever será efetuado posteriormente, após conclusão do processo de transição curricular que só poderá ocorrer após setembro de 2017, e em prazo que será oportunamente divulgado pela ESSlei.
      • Dietética e Nutrição - processo de seleção das Unidades Curriculares a inscrever a decorrer até 30/11/2017;
      • Enfermagem - processo de seleção das Unidades Curriculares a inscrever a decorrer até 10/11/2017;
      • Fisioterapia - processo de seleção das Unidades Curriculares a inscrever a decorrer até 07/12/2017;
      • Terapia da Fala - processo de seleção das Unidades Curriculares a inscrever a decorrer até 29/12/2017;
      • Terapia Ocupacional - processo de seleção das Unidades Curriculares a inscrever a decorrer até 12/12/2017.
  3. ESTG
    • Na sequência do processo de transição curricular em curso na ESTG, no curso TeSP em Desenvolvimento Web e Multimédia, os estudantes que pretendam transitar para o novo plano de estudos do curso (metodologia PBL) não podem renovar a inscrição no curso atual e devem, até 8 de setembro de 2017, requerer a transição curricular para o novo curso/plano de estudos junto dos serviços académicos.
Caso pretenda efetuar o pagamento integral da propina fixada para o ano letivo 2017/2018, no ato da inscrição, deverá efetuar o pagamento da primeira prestação e seguro escolar no multibanco e as restantes prestações nos Serviços Académicos da Escola.
Passos a seguir
Regras de inscrição (Licenciaturas e cursos TeSP):
  • A inscrição anual consiste na inscrição às unidades curriculares de 1.º e 2.º semestre e anuais (se existirem).
  • Um estudante não poderá inscrever-se, em cada ano letivo, a um conjunto de unidades curriculares que correspondam a mais de 76 ECTS.
  • Não é permitida a inscrição em qualquer unidade curricular se não estiver garantida a inscrição em todas as unidades curriculares dos semestres anteriores.
  • A inscrição na língua estrangeira de opção, quando existe, deve ser sequencial ao ano anterior.
  • Apenas funcionarão no ano letivo 2017/2018 as unidades curriculares de opção que tiverem um número de inscrições igual ou superior a 15, nos termos do Regulamentos Académicos do IPLeiria.
  • Nas unidades curriculares de opção em que exista um limite máximo de inscrições, por opção, o estudante será informado, por e-mail, para efetuar nova seleção. Sem essa nova seleção a inscrição fica pendente.
  • Para além destas regras gerais de inscrição, são aplicáveis regras específicas em determinadas Escolas/cursos, a saber:

ESSLEI
  • Para todos os cursos da Escola Superior de Saúde, para além das regras gerais de inscrição e precedência, são aplicáveis regras específicas de precedência. Isto é, o estudante não poderá inscrever-se nas UC do ano/semestre seguinte se não tiver obtido aproveitamento a todas as UC, com precedência, dos anos/semestres anteriores (consulte o mapa de UC com precedência disponível em AVISOS).

ESTM
  • Nos cursos da ESTM, para inscrição nas unidades curriculares de Projeto e de Estágio, deverá ter, no mínimo, aprovação a 94 créditos ECTS (ter transitado para o 3.º ano curricular).
  • No curso de Biologia Marinha e Biotecnologia o 3.º ano curricular desdobra-se no Ramo de Aquacultura e Pescas e no Ramo Biotecnologia, pelo que deverá optar por um destes ramos aquando da transição para o 3.º ano ou inscrição em unidades curriculares do 3.º ano.
  • No curso de Gestão Turística e Hoteleira o 3.º ano curricular desdobra-se no Ramo Gestão Turística e no Ramo Gestão Hoteleira, pelo que deverá optar por um destes ramos aquando da transição para o 3.º ano ou inscrição em unidades curriculares do 3.º ano.
Nota:Após a escolha do ramo qualquer alteração estará dependente de aprovação por parte do órgão competente e do pagamento do emolumento aplicável de acordo com a tabela de emolumentos em vigor.

ESAD.CR
  • Nos cursos de: Som e Imagem; Design Industrial; Design de Produto – Cerâmica e Vidro e Design Gráfico e Multimédia, no 3º ano curricular, tem que ser escolhida a opção de: Projeto Final ou Projeto Integrado em Empresa.
  • No curso de Som e Imagem, e Design Gráfico e Multimédia para inscrição na unidade curricular de Opção de Projeto Integrado em Empresa do 3.ºA/2.ºS, deverá ter, no mínimo, aprovação a 120 créditos ECTS concluídos no ano letivo anterior.
  • No curso de Som e Imagem na transição para o 2.º ano curricular (ou inscrição em UC do 2.º ano) tem que ser obrigatoriamente escolhido um ramo, o ramo de Som ou o ramo de Imagem.
  • No curso de Design Gráfico e Multimédia tem que ser obrigatoriamente escolhido um ramo, o ramo de Gráfico ou o ramo de Multimédia, (a escolha é efetuada logo no 1.º ano curricular).
  • No curso de Design Gráfico e Multimédia - regime pós-laboral, o ramo de Multimédia não funcionará.
  • Nas unidades curriculares de opção em que exista um limite máximo de inscrições, por opção, o estudante será informado, por e-mail, para efetuar nova seleção. Sem essa nova seleção a inscrição fica pendente.

ESTG
  • No curso de Informática para a Saúde para inscrição na unidade curricular de “Estágio” o estudante tem, obrigatoriamente, que cumprir os seguintes requisitos:
    • Ter obtido aproveitamento a pelo menos 106 créditos ECTS;
    • No semestre de frequência do estágio, não esteja inscrito em unidades curriculares que totalizem mais de 18 créditos ECTS, para além da unidade curricular de “Estágio”.
  • No curso de licenciatura em Contabilidade e Finanças para inscrição na unidade curricular de “Simulação Empresarial” o estudante tem, obrigatoriamente, que cumprir os seguintes requisitos:
    • Ter inscrição no 3.º ano curricular do curso, e
    • Estar inscritos a todos os créditos ECTS em falta para a conclusão do curso nesse ano letivo (ser finalista).

      Obs: Consulte o Regulamento da UC de Simulação Empresarial do curso de licenciatura em Contabilidade e Finanças (Despacho n.º 50/2016 de 27 de julho)

Regras de inscrição (Mestrados):
  • A inscrição anual consiste na inscrição às unidades curriculares de 1.º e 2.º semestre e anuais (se existirem).
  • Um estudante não poderá inscrever-se:
    • No ano de ingresso, a mais de 60 créditos ECTS, exceto se o estudante for posicionado no 2.º ano curricular, caso em que poderá inscrever-se até 76 créditos ECTS;
    • Nos anos subsequentes, a um conjunto de unidades curriculares que corresponda a mais do que 76 créditos ECTS;
    • Nas unidades curriculares definidas como Dissertação, Trabalho de Projeto ou Estágio Final de curso quando não puder inscrever-se, simultaneamente, a todas as unidades curriculares que lhe faltem para concluir o curso;
  • Não é permitida a inscrição em qualquer unidade curricular se não estiver garantida a inscrição em todas as UC's dos semestres anteriores ao ano curricular em que o estudante se encontra posicionado.
  • Apenas funcionarão no ano letivo 2017/2018 as unidades curriculares de opção que tiverem um número de inscrições igual ou superior a 15, nos termos do art.º 15.º do Regulamento Académico do 2.º ciclo de estudos do Instituto Politécnico de Leiria.
  • O estudante apenas transitará de ano se não tiver mais do que 16 créditos ECTS em atraso.
  • Para além destas regras gerais de inscrição, são aplicáveis regras específicas em determinadas Escolas/cursos, a saber:
    1. ESECS
      • Nos cursos de mestrado da ESECS, só poderão inscrever-se nas unidades curriculares de Dissertação, Trabalho de projeto ou Estágio de natureza profissional os estudantes a quem não faltem mais de duas unidades curriculares em acumulação para a conclusão do respetivo mestrado, nos termos do regulamento de frequência e avaliação aprovado. .
    2. ESTG
      • No curso de mestrado em Gestão de Sistemas de Informação Médica, e de acordo com o indicado no ponto 5 do art.º 8.º do Regulamento do Mestrado, “(…) o estudante pode transitar para o 2.º ano do ciclo de estudos desde que tenha concluído com aproveitamento três quartas partes da formação curricular”.

Documentos necessários
(Caso os documentos do seu processo se encontrem desatualizados deverá enviar via CTT, para os Serviços Académicos da Escola/campus onde se encontra matriculado, os documentos atualizados. A morada está disponível no item «Contatos»)
  • Cursos TeSP (documento obrigatório) - Impressão do certificado de inscrição nas unidades curriculares no estado “definitivo”, devidamente datado e assinado, com entrega nos serviços académicos ou envio por correio;
  • Cartão de Cidadão ou Bilhete de Identidade (caso tenha sido renovado); ( exibição ou, em alternativa, fotocópia);
  • Fotocópia da página do cartão de vacinas, devidamente identificada, e da página referente à vacina Anti-Tetânica, caso tenha sido revalidada;
  • Ficha de identificação do estudante – caso tenha ocorrido qualquer alteração aos dados anteriormente indicados. Ficha encontra-se disponível para download aqui.
  • Documento comprovativo para efeitos de estatuto de trabalhador estudante (a), caso pretenda a atribuição deste estatuto no ano letivo para o qual está a renovar a inscrição
  • Uma fotografia para os estudantes do curso de enfermagem, caso ainda não tenha entregue nos Serviços.
Nota:  Caso envie algum destes documentos por correio pode juntar o comprovativo de inscrição, no ano letivo em causa, devidamente assinado.

(a) Comprovativo do estatuto de trabalhador-estudante – Consulte o Despacho n.º 18/2012, de 24 de fevereiro, disponível em AVISOS bem como: (Artigos 89.º a 96.º da Lei n.º 7/2009, de 12 de fevereiro e artigo 12.º da Lei n.º 105/2009 de 14 de setembro e, relativamente aos trabalhadores que exercem funções públicas, Lei n.º 59/2008, de 11 de setembro, designadamente os artigos 52.º a 58.º do Anexo I. «Regime», e 87.º a 96.º do Anexo II, «Regulamento»,).
  • Caso o estudante beneficie de apoio específico ao abrigo do artigo 35.º da Lei n.º 37/2003, de 22 de agosto, deverá apresentar documento comprovativo.
Pagamento - Licenciaturas
Licenciaturas (1.º ciclo de estudos):

Seguro Escolar (obrigatório) = 2,50€.
Propina para o ano letivo 2017/2018 – 1040 € (aplicável aos estudantes nacionais e demais estudantes da União Europeia). Consulte o Despacho n.º 188/2017 de 19 de julho disponível em AVISOS.

Penalidade - só aplicável aos estudantes que excedam o prazo definido para a inscrição, nos termos do previsto na tabela de emolumentos do IPL.(Disponível em AVISOS).

Propina – Modalidade de pagamento em prestações:

Cursos com início em setembro

  • 1.ª prestação = 190,00 € no ato da matrícula/inscrição;
  • 2.ª prestação = 100,00 € até 10 de outubro de 2017
  • 3.ª prestação = 100,00 € até 10 de novembro de 2017
  • 4.ª prestação = 100,00 € até 10 de dezembro de 2017
  • 5.ª prestação = 100,00 € até 10 de janeiro de 2018
  • 6.ª prestação = 100,00 € até 10 de fevereiro de 2018
  • 7.ª prestação = 100,00 € até 10 de março de 2018
  • 8.ª prestação = 100,00 € até 10 de abril de 2018
  • 9.ª prestação = 100,00 € até 10 de maio de 2018
  • 10.ª prestação = 50,00 € até 10 de junho de 2018

Cursos com início no 2.º Semestre

  • 1ª prestação = 190,00 € no ato da matrícula/inscrição
  • 2.ª prestação = 100,00 € até 10 de março de 2018
  • 3.ª prestação = 100,00 € até 10 de abril de 2018
  • 4.ª prestação = 100,00 € até 10 de maio de 2018
  • 5.ª prestação = 100,00 € até 10 de junho de 2018
  • 6.ª prestação = 100,00 € até 10 de julho de 2018
  • 7.ª prestação = 100,00 € até 10 de setembro de 2018
  • 8.ª prestação = 100,00 € até 10 de outubro de 2018
  • 9.ª prestação = 100,00 € até 10 de novembro de 2018
  • 10.ª prestação = 50,00 € até 10 de dezembro de 2018
Após a renovação de inscrição, as referências multibanco para pagamento mensal das restantes prestações da propina poderão ser consultadas, antes do dia 10 de cada mês (data limite de pagamento), em www.propinas.ipleiria.pt.

Informa-se que, conforme previsto nos regulamentos em vigor no IPLeiria, o atraso no pagamento das prestações de propina implica a aplicação de sanções monetárias e académicas.

Nota 1: Caso pretenda efetuar o pagamento integral da propina fixada para o ano letivo 2017/2018, no ato da inscrição, deverá efetuar o pagamento da primeira prestação e seguro escolar no multibanco e as restantes prestações nos Serviços Académicos da Escola/Campus.

Nota2: A propina é integralmente devida como contrapartida da matrícula/inscrição num determinado ano letivo em cursos do 1.º e/ou do 2.º ciclo e/ou de TeSP, independentemente do número de unidades curriculares em que o estudante se inscreva, nos termos dos regulamentos em vigor no IPLeiria.

Nota3: De acordo com o indicado no artigo 11.º do Regulamento do Pagamento de Propinas e outras taxas de frequência do IPLeiria (Despacho n.º 9704/2015), aplicável aos estudantes finalistas dos cursos de 1.º ciclo de estudos:
  1. “O valor de propina devida pelos estudantes finalistas dos cursos de 1.º ciclo de estudos que, para obtenção do grau de licenciado, se tenham de inscrever a um conjunto de unidades curriculares a que corresponda um valor igual ou inferior a 30 créditos ECTS é o que corresponde ao valor da propina mínima, determinada nos termos do n.º 2 do artigo 16.º da Lei n.º 37/2003, de 22 de agosto, na redação vigente.”
  2. “Para efeitos da aplicação do número anterior o estudante tem de se inscrever a todos os créditos em falta para a obtenção do grau, não sendo permitido o fracionamento da inscrição.”

Exceções:

  1. Os estudantes que tenham concorrido/concorram aos benefícios sociais e que não tenham recursos económicos para efetuar o pagamento da 1ª prestação da propina poderão adiar o pagamento desta prestação.
    Neste caso o pagamento desta prestação de propina será efetuado, junto dos serviços académicos, da seguinte forma:
    • Para o estudante a quem tinha sido recusada a bolsa “não bolseiro” – no prazo de sete dias consecutivos, a contar da data em que é divulgado o resultado;
    • Para o estudante a que é atribuída a bolsa “bolseiro” – no prazo de sete dias consecutivos, a contar da data em que recebe a 1ª prestação da bolsa de estudo.
  2. Agente de ensino (comprovando na ato da matrícula e inscrição) [despacho conjunto nº320]
  3. Apoio específico ao abrigo do artigo 35º da Lei nº37/2003, de 22 de agosto (comprovando na ato da matrícula e inscrição) [lei nº37]

Nestas situações apenas será pago, no ato da matrícula e inscrição, o seguro escolar. A candidatura a bolsa de estudos deverá ser realizada, on-line, com a maior brevidade possível, e respeitando o prazo e procedimento indicado em: http://www.ipleiria.pt/sas/bolsas/

Forma de pagamento

  1. SIBS/ATM - através das referências de pagamento;
  2. Em casos excecionais, devidamente fundamentados, poderá ser autorizado o pagamento nos Serviços Académicos, preferencialmente por utilização de cartão multibanco.
Nota:

Para os estudantes que à data da matrícula e inscrição sejam devedores de uma ou mais prestações de propinas relativas a anos anteriores, o pagamento será efetuado na totalidade no ato da matrícula/inscrição e só será aceite se o estudante liquidar integralmente no mesmo ato as propinas em atraso, nos termos dos regulamentos do IPLeiria.

Pagamento - Mestrados
Mestrados (2.º ciclo de estudos):

Seguro Escolar (obrigatório) = 2,50 €.
Propina para o ano letivo 2017/2018:
(Consulte o Despacho n.º 218/2016 de 20 de julho disponível em AVISOS).

Penalidade - só aplicável aos estudantes que excedam o prazo definido para a inscrição, nos termos do previsto na tabela de emolumentos do IPLeiria. (Disponível em AVISOS).

  1. Mestrados ao abrigo do artigo 27.º n.º2 do Decreto Lei n.º 74/2006 de 24 de março, alterado pelo Decreto Lei n.º 107/2008, de 25 de junho - 1040€/ano letivo - (aplicável aos estudantes nacionais e demais estudantes da União Europeia – não aplicável a estudantes com estatuto de estudante internacional nos termos definidos no Decreto-Lei n.º 36/2014 de 10 de março).

    Propina – Modalidade de pagamento em prestações:

    • 1ª prestação = 190,00 € no ato da matrícula/inscrição
    • 2.ª prestação = 100,00 € até 10 de outubro de 2017
    • 3.ª prestação = 100,00 € até 10 de novembro de 2017
    • 4.ª prestação = 100,00 € até 10 de dezembro de 2017
    • 5.ª prestação = 100,00 € até 10 de janeiro de 2018
    • 6.ª prestação = 100,00 € até 10 de fevereiro de 2018/li>
    • 7.ª prestação = 100,00 € até 10 de março de 2018
    • 8.ª prestação = 100,00 € até 10 de abril de 2018
    • 9.ª prestação = 100,00 € até 10 de maio de 2018
    • 10.ª prestação = 50,00 € até 10 de junho de 2018

  2. Mestrados da Área da Saúde - 2000 € ano letivo - (aplicável aos estudantes nacionais e demais estudantes da União Europeia – não aplicável a estudantes com estatuto de estudante internacional nos termos definidos no Decreto-Lei n.º 36/2014 de 10 de março).

    Propina – Modalidade de pagamento em prestações:

    • 1ª prestação = 300,00 € no ato da matrícula/inscrição
    • 2.ª prestação = 200,00 € até 10 de outubro de 2017
    • 3.ª prestação = 200,00 € até 10 de novembro de 2017
    • 4.ª prestação = 200,00 € até 10 de dezembro de 2017
    • 5.ª prestação = 200,00 € até 10 de janeiro de 2018
    • 6.ª prestação = 200,00 € até 10 de fevereiro de 2018
    • 7.ª prestação = 200,00 € até 10 de março de 2018
    • 8.ª prestação = 200,00 € até 10 de abril de 2018
    • 9.ª prestação = 200,00 € até 10 de maio de 2018
    • 10.ª prestação = 100,00 € até 10 de junho de 2018

  3. Restantes mestrados – 1140 € ano letivo (570€ semestre) - (aplicável aos estudantes nacionais e demais estudantes da União Europeia – não aplicável a estudantes com estatuto de estudante internacional nos termos definidos no Decreto-Lei n.º 36/2014 de 10 de março).

    Propina – Modalidade de pagamento em prestações:

    • 1ª prestação = 200,00 € no ato da matrícula/inscrição
    • 2.ª prestação = 105,00 € até 10 de outubro de 2017
    • 3.ª prestação = 105,00 € até 10 de novembro de 2017
    • 4.ª prestação = 105,00 € até 10 de dezembro de 2017
    • 5.ª prestação = 105,00 € até 10 de janeiro de 2018
    • 6.ª prestação = 105,00 € até 10 de fevereiro de 2018
    • 7.ª prestação = 105,00 € até 10 de março de 2018
    • 8.ª prestação = 105,00 € até 10 de abril de 2018
    • 9.ª prestação = 105,00 € até 10 de maio de 2018
    • 10.ª prestação = 100,00 € até 10 de junho de 2018

Após a renovação de inscrição, as referências multibanco para pagamento mensal das restantes prestações da propina poderão ser consultadas, antes do dia 10 de cada mês (data limite de pagamento), em www.propinas.ipleiria.pt.

Informa-se que, conforme previsto nos regulamentos em vigor no IPLeiria, o atraso no pagamento das prestações de propina implica a aplicação de sanções monetárias e académicas.

Nota 1: Caso pretenda efetuar o pagamento integral da propina fixada para o ano letivo 2017/2018, no ato da inscrição, deverá efetuar o pagamento da primeira prestação e seguro escolar no multibanco e as restantes prestações nos Serviços Académicos da Escola/Campus.

Nota 2: A propina é integralmente devida como contrapartida da matrícula/inscrição num determinado ano letivo em cursos do 1.º e/ou do 2.º ciclo e/ou de TeSP, independentemente do número de unidades curriculares em que o estudante se inscreva, nos termos dos regulamentos em vigor no IPLeiria.

exceções:

  1. Os estudantes que tenham concorrido/concorram aos benefícios sociais e que não tenham recursos económicos para efetuar o pagamento da 1ª prestação da propina poderão adiar o pagamento desta prestação.
    Neste caso o pagamento desta prestação de propina será efetuado, junto dos serviços académicos, da seguinte forma:
    • Para o estudante a quem tinha sido recusada a bolsa “não bolseiro” – no prazo de sete dias consecutivos, a contar da data em que é divulgado o resultado;
    • Para o estudante a que é atribuída a bolsa “bolseiro” – no prazo de sete dias consecutivos, a contar da data em que recebe a 1ª prestação da bolsa de estudo.
  2. Agente de ensino (comprovando na ato da matrícula e inscrição) [despacho conjunto nº320]
  3. Apoio específico ao abrigo do artigo 35º da Lei nº37/2003, de 22 de agosto (comprovando na ato da matrícula e inscrição) [lei nº37]

Nestas situações apenas será pago, no ato da matrícula e inscrição, o seguro escolar. A candidatura a bolsa de estudos deverá ser realizada, on-line, com a maior brevidade possível, e respeitando o prazo e procedimento indicado em: http://www.ipleiria.pt/sas/bolsas/

Forma de pagamento

  1. SIBS/ATM - através das referências de pagamento;
  2. Em casos excecionais, devidamente fundamentados, poderá ser autorizado o pagamento nos Serviços Académicos, preferencialmente por utilização de cartão multibanco.
Nota:

Para os estudantes que à data da matrícula e inscrição sejam devedores de uma ou mais prestações de propinas relativas a anos anteriores, o pagamento será efetuado na totalidade no ato da matrícula/inscrição e só será aceite se o estudante liquidar integralmente no mesmo ato as propinas em atraso nos termos dos regulamentos do IPLeiria.

Pagamento – Cursos TeSP (Cursos Técnicos Superiores Profissionais)

Seguro Escolar (obrigatório) = 2,50 €.

Propina para o ano letivo 2016/2017 – 940 €.

Consulte o Despacho n.º 188/2017 de 19 de julho disponível em AVISOS.

Penalidade - só aplicável aos estudantes que excedam o prazo definido para a inscrição, nos termos do previsto na tabela de emolumentos do IPLeiria. (Disponível em AVISOS).

  1. Propina – Modalidade de pagamento em prestações:
    • 1.ª prestação = 175,00 € no ato da matrícula/inscrição
    • 2.ª prestação = 85,00 € até 10 de outubro de 2017
    • 3.ª prestação = 85,00 € até 10 de novembro de 2017
    • 4.ª prestação = 85,00 € até 10 de dezembro de 2017
    • 5.ª prestação = 85,00 € até 10 de janeiro de 2018
    • 6.ª prestação = 85,00 € até 10 de fevereiro de 2018
    • 7.ª prestação = 85,00 € até 10 de março de 2018
    • 8.ª prestação = 85,00 € até 10 de abril de 2018
    • 9.ª prestação = 85,00 € até 10 de maio de 2018
    • 10.ª prestação = 85,00 € até 10 de junho de 2018

Após a renovação de inscrição, as referências multibanco para pagamento mensal das restantes prestações da propina poderão ser consultadas, antes do dia 10 de cada mês (data limite de pagamento), em www.propinas.ipleiria.pt.

Informa-se que, conforme previsto nos regulamentos em vigor no IPLeiria, o atraso no pagamento das prestações de propina implica a aplicação de sanções monetárias e académicas.

Nota 1: Caso pretenda efetuar o pagamento integral da propina fixada para o ano letivo 2017/2018, no ato da inscrição, deverá efetuar o pagamento da primeira prestação e seguro escolar no multibanco e as restantes prestações nos Serviços Académicos da Escola/Campus.

Nota 2: A propina é integralmente devida como contrapartida da matrícula/inscrição num determinado ano letivo em cursos do 1.º e/ou do 2.º ciclo e/ou de TeSP, independentemente do número de unidades curriculares em que o estudante se inscreva, nos termos dos regulamentos em vigor no IPLeiria.

exceções:

  1. Os estudantes que tenham concorrido/concorram aos benefícios sociais e que não tenham recursos económicos para efetuar o pagamento da 1ª prestação da propina poderão adiar o pagamento desta prestação.
    Neste caso o pagamento desta prestação de propina será efetuado, junto dos serviços académicos, da seguinte forma: 
    • Para o estudante a quem tinha sido recusada a bolsa “não bolseiro” – no prazo de sete dias consecutivos, a contar da data em que é divulgado o resultado;
    • Para o estudante a que é atribuída a bolsa “bolseiro” – no prazo de sete dias consecutivos, a contar da data em que recebe a 1ª prestação da bolsa de estudo.

  2. Nestas situações apenas será pago, no ato da matrícula e inscrição, o seguro escolar. A candidatura a bolsa de estudos deverá ser realizada, on-line, com a maior brevidade possível, e respeitando o prazo e procedimento indicado em: http://www.ipleiria.pt/sas/bolsas/

Forma de pagamento

  1. SIBS/ATM - através das referências de pagamento;
  2. Em casos excecionais, devidamente fundamentados, poderá ser autorizado o pagamento nos Serviços Académicos, preferencialmente por utilização de cartão multibanco.
Nota:

Para os estudantes que à data da matrícula e inscrição sejam devedores de uma ou mais prestações de propinas relativas a anos anteriores, o pagamento será efetuado na totalidade no ato da matrícula/inscrição e só será aceite se o estudante liquidar integralmente no mesmo ato as propinas em atraso nos termos dos regulamentos do IPLeiria.

Contactos
Qualquer dúvida que surja pode ser encaminhada para os endereços abaixo.
Ao contactar-nos, deve-nos indicar o nome, nº de estudante e escola que frequenta.
Avisos
Links de interesse ao estudante:
  1. Regulamento Académico do 1.º ciclo de estudos do Instituto Politécnico de Leiria – Regulamento n.º 232/2015
    Publicado em Diário da República, 2.ª série—N.º 90 —11 de maio de 2015.

  2. Regulamento Académico do 2.º ciclo de estudos do Instituto Politécnico de Leiria – Regulamento n.º 563/2015
    Publicado em Diário da República, 2.ª série—N.º 159 —17 de agosto de 2015.

  3. Regulamento do pagamento de propinas e outras taxas de frequência do Instituto Politécnico de Leiria – Despacho n.º 9704/2015
    Publicado em Diário da República, 2.ª série—N.º 165 —25 de agosto de 2015.

  4. Regulamento Geral da Formação Graduada e Pós-Graduada no Instituto Politécnico de Leiria e Regimes Aplicáveis a Estudantes em Situações Especiais
    Regulamento n.º 134/2007, publicado no Diário da República, 2ª série, n.º 121, de 26 de Junho de 2007, alterado pela Deliberação n.º 736/2008, publicada no Diário da República, 2ª Série, n.º 52, de 13 de Março de 2008 e com a redacção dada pelo Despacho n.º 23771/2008, publicado no Diário da República, 2ª Série, n.º 182, de 19 de setembro

  5. Regulamento de avaliação e frequência dos cursos Técnicos Superiores Profissionais – Regulamento n.º 426/2015 – Diário da República n.º 140/2015, Série II de 2015-07-21

  6. Precedências nos cursos da Escola Superior de Saúde

    Tabela de Precedências de Enfermagem
    a disponibilizar
    Tabela de Precedências de Dietética e Nutrição
    a disponibilizar
    Tabelas de Precedências de Fisioterapia, Terapia da Fala e Terapia Ocupacional
    a disponibilizar

  7. Despacho n.º 188/2017 de 19 de julho
    Valor da propina em prestações para os cursos lecionados no ano letivo 2015/2016 (Estudantes Nacionais e demais Estudantes da União Europeia).

  8. Código do Trabalho - anexo à Lei nº 7/2009, de 12 de fevereiro ( Artigos 89º a 96º) e Lei nº 105/2009, de 14 de setembro (Artigo 12.º) – Regulamentação.
    Define os direitos e deveres dos alunos enquanto Trabalhadores-Estudantes
  9. Tabela de emolumentos do IPLeiria
    Tabela de emolumentos do Politécnico de Leiria
    Deliberação n.º 59/2016, publicada no Diário da República, 2ª Série, n.º 18, de 27 de janeiro de 2016 – Nova tabela de emolumentos em vigor no Instituto Politécnico de Leiria

  10. Informação para emissão do cartão de estudante – CGD

  11. Calendário Escolar 2016/2017

© 2012 Instituto Politécnico de Leiria - v3.0.10
IPLXXI QREN - Modelo de Barra de Assinaturas